[sg_popup id=1]

Espaço Lounge no Caderno Decoração!

26 de outubro de 2017

É com imensa alegria que compartilhamos a publicação do Espaço Lounge de Paulinho Peres no Caderno Decoração encartada nos jornais Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas.
Obrigada Adriana Sikora Barboza e todo núcleo, amamos! 💙

___

Caderno Decoração

Luzes que encantam ao anoitecer
Ambientação de lounge em 200 m² promove experiência visual e sensorial do público

Uma atmosfera envolvente e divertida é a proposta do designer Paulinho Peres, de São Leopoldo, na Mostra Elite Design. Um dos diferenciais de seu projeto em relação à localização próxima ao lago Guaíba é sua transformação luminotécnica e sonora a partir do entardecer. A combinação de efeitos de iluminação colorida, som ambiental e amplitude espacial com pé-direito duplo convidam o público a experimentar novas sensações durante a contemplação das águas.

Um dos destaques é a arte com grafite do artista Jackson Brum em local inusitado: o piso. À noite as cores flúor se destacam ainda mais, valorizando objetos e obras de arte – o minicarro laranja retrô, foi criado com exclusividade pela Hot Kids para o evento – com foco sustentável: tanto o cavalo, que homenageia o povo gaúcho, quanto o homem-aranha, foram feitos de materiais reciclados, como ferro velho. Ambos foram confeccionados por Ralf Heimig. Já a obra de Bia Doria, com as curvas características de seu trabalho (localizada ao lado da cabine do DJ), representa a natureza que já não vive, encontrada no fundo de barragens, traduzindo um apelo ao resgate e a preservação. Os aviõezinhos de Cláudio Cupertino, por sua vez, ganham vida com o som dos exemplares verdadeiros que sobrevoam o Espaço Lounge para pousar no Aeroporto Salgado Filho, próximo do Clube Regatas. “Esses elementos nos devolvem memórias de infância e, ao mesmo tempo, nos fazem flutuar para o futuro”, acredita Paulinho.

Entre as inovações tecnológicas, uma turbina de energia eólica foi posicionada de forma estratégica, ampliando a geração de energia local a partir do vento. Segundo o autor, a escolha de uma estrutura metálica teve como objetivo reduzir os resíduos sólidos de obra e ainda promover sua reutilização. Com intuito de diminuir a incidência da luz solar e reduzir a temperatura nos dias mais quentes, o profissional optou revestir os vidros com película espelhada que ganha moldura com as esquadrias, que vão além da funcionalidade para produzir efeito decorativo.

No teto, o tecido branco finalizou o acabamento e propagou a iluminação em LED azul, uma das marcas registradas nos trabalhos do designer. Além da brisa natural, o espaço ganhou ventiladores de teto duplos e cromados que conferem descontração e sofisticação. Toldos automatizados enquadram a paisagem, que lembra uma grande pintura. “Os sentidos ficam mais aguçados com a batida do som, vindas da cabine de DJ em pedra ônix, translúcida e iluminada”, conta Paulinho. Os sofás compõem confortavelmente o espaço e, ao centro, um espelho d’água acolhe a árvore de natureza morta e sua beleza única. Já as imponentes kaizukas (pequenas árvores esculturais) ajudam
no isolamento acústico e embelezam com sua forma espiral e densas folhas verdes escuras.

Início